Noticias e Eventos

Anhembi Morumbi se torna o primeiro centro de ensino na tecnologia CUDA no Brasil

 
 
Instituição acaba de receber da NVIDIA o selo de CUDA Teaching Center, o que significa que seus alunos de tecnologia terão acesso a conteúdos exclusivos de programação paralela baseados nessa arquitetura.

A Anhembi Morumbi acaba de se tornar a primeira universidade privada brasileira a receber a chancela de CUDA Teaching Center ou Centro de Ensino em CUDA, arquitetura desenvolvida pela NVIDIA que permite aos alunos desenharem aplicativos usando todo o potencial do processamento paralelo de uma GPU (unidade de processamento gráfico).

Atualmente, cerca de 400 instituições de ensino e pesquisa no mundo já incluíram em sua grade curricular a programação paralela utilizando a linguagem CUDA. Nos primeiros seis meses de 2011, 23 novos centros foram certificados. A instituição acadêmica brasileira se junta a inúmeros Centros de Excelência que já fazem parte do programa, tais como a University of California/Los Angeles (UCLA), Carnegie Mellon University, MS Ramaiah Institute of Technology (Índia), Brunel University (UK), Technion, Israel Institute of Technology (Israel), Conservatoire National des Arts et Métiers (França), Universidad de Málaga (Espanha), entre outros.

O CUDA Teaching Center é um programa desenvolvido pela NVIDIA que apóia instituições de ensino e centros de pesquisa que adotam a arquitetura CUDA C/C++ como parte de seu conteúdo acadêmico. Entre os benefícios do programa estão a doação de kits pedagógicos incluindo livros didáticos, licenças de software e GPUs NVIDIA habilitadas para uso em computadores da entidade, assim como descontos para compra de produtos adicionais, se necessário.

A Anhembi Morumbi destaca que a parceria com a NVIDIA reforça o compromisso da universidade em oferecer aos estudantes dos cursos de Ciência da Computação e de Sistemas de Informação o acesso às principais tendências do mercado de tecnologia. "A partir do Centro de Estudos em CUDA, os alunos terão toda a infraestrutura necessária para o desenvolvimento de aplicações a partir dessa nova tecnologia", afirma o Diretor Acadêmico da Escola de Engenharia e Tecnologia da Universidade Anhembi Morumbi, Fabiano Marques.

Entre os cursos superiores, os tecnológicos são os que mais tendem a crescer em número de matrículas nos próximos anos no Brasil, segundo dados do Censo da Educação 2009 do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais). O número total de inscrições aumentou de 3,48 milhões para 5,1 milhões de 2002 a 2009 no Brasil. Já o número de estudantes inscritos em cursos de ensino tecnológico subiu de 81,3 mil para 680,7 mil, quase 10 vezes mais. Uma das explicações para o aumento na procura pelas formações tecnológicas pode ser explicada pela demanda provocada pelo próprio mercado de trabalho.

O setor de aplicativos móveis, por exemplo, tende a ser muito promissor nos próximos anos para os desenvolvedores mostrarem seus conhecimentos em programação. De acordo com pesquisa da consultoria Research2Guidance, entre 2011 e 2013 o setor deve crescer 800% em todo mundo e a boa notícia é que no Brasil o cenário é igualmente favorável.

Mais informações sobre como se candidatar ao programa CUDA Teaching Center estão disponíveis no site http://research.nvidia.com/content/cuda-teaching-center-ctc-program

NVIDIA - Informações para a Imprensa
Sing Comunicação de Resultados
Fone: (55 11) 5091-7838 – Website: www.singcomunica.com.br
Janaína Leme, Marcos Santos e Melissa Sayon
jleme@singcomunica.com.br
msantos@singcomunica.com.br
msayon@singcomunica.com.br

Sobre a NVIDIA
A NVIDIA (NASDAQ: NVDA) despertou o mundo para o poder da computação visual quando, em 1999, criou uma unidade dedicada exclusivamente ao processamento gráfico, a GPU. Desde então, vem desenvolvendo soluções que visam a potencializar a experiência multimídia de usuários de dispositivos móveis, notebooks e PCs. Reconhecida no mercado pelo maciço investimento em inovação, que culminou no lançamento do primeiro kit 3D para PC, a NVIDIA possui soluções voltadas tanto para usuários domésticos, quanto para profissionais. Os processadores GeForce®, por exemplo, são amplamente difundidos no mundo dos games, enquanto os processadores Quadro® são adotados por empresas que demandam extrema precisão gráfica em seus projetos. Fundada em 1993 e com sede na Califórnia, a empresa detém mais de 1.800 patentes nos EUA. Com receita de US$ 3,54 bilhões no ano fiscal 2010/11, a NVIDIA conta com 5.700 profissionais e mantém operações em mais de 20 países, incluindo o Brasil. Mais informações: www.nvidia.com.br. Assista NVIDIA no Discovery Channel: http://www.youtube.com/watch?v=iX93vj2zclM



 
 
 
 
TwitterFacebookLinkedInGoogle+Reddit